Amor romântico


O que é o amor?

Quantas nuances tem o amor que pode ser sentido e direcionado de formas diferentes, dependendo de qual é o alvo desse sentimento.

A ideia do amor apaixonado está presente no Ocidente desde o último milênio. Viver o amor é encontrar a alma gêmea, alguém que beira a perfeição e satisfará todos os nossos desejos. É a nossa outra metade que ao encontrarmos e encaixarmos com ela, tornará nossa vida plena de felicidade. Só que essa outra metade, quando supostamente encontrada, também espera de nós o mesmo, a satisfação de seus próprios desejos. E agora? Terão os dois a capacidade de ter um olhar sobre o outro compreendendo o que a outra parte espera de si?

O amor não é tão somente a realização dos próprios desejos, é a capacidade de doação ao outro, de perceber o outro, de aceitação do parceiro(a), como um ser inteiro que possui em si luz e sombra. O verdadeiro encaixe do amor acontece quando sabemos nos relacionar com as facetas existentes tanto no outro como em nós; e claro, isso não é fácil, mas é possível.

Para começar, não idealize a pessoa que tem a seu lado, ou a pessoa que você busca, como um ser perfeito, que veio para adivinhar todas as sua vontades... Essa expectativa gera frustração. Pratique intensamente o exercício do amor por si mesmo, do amor fraterno e incondicional por tudo o que o cerca, seus familiares, amigos, por toda a vida que pulsa em você e à sua volta incessantemente. Viva e pratique o amor sem rótulos, e o caminho para o verdadeiro amor se abrirá, sem falsas ilusões, é o poder amar mesmo diante da imperfeição do ser.

No amor, a ajuda mútua eleva os seres no caminho do auto-conhecimento. O verdadeiro amor é aceitação e doação e, conscientização do que realmente desejamos para nossa vida. Reflita...o que você deseja pra si?

Silvia Marto


  • Facebook Basic Black

Silvia Marto

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon

©2016 por P@t Estúdio. Silvia Marto Todos os direitos reservados.